guilhermedaluz.com

4 ferramentas de automação de marketing e seus benefícios

4 ferramentas de automação de marketing e seus benefícios
Imagem de muneebfarman por Pixabay

Qual é a melhor entre muitas ferramentas de automação de marketing? Para você fazer uma escolha acertada, conheça aqui os benefícios das principais!

A estratégia de marketing digital muitas vezes não é aproveitada ao máximo. E para extrair todos os recursos possíveis para alcançar o resultado esperado é necessário utilizar ferramentas de automação de marketing.

Assim, você conseguirá resolver problemas em relação a gestão de tempo, otimizar o atendimento e relacionamento com o cliente, facilitar e melhorar a qualidade dos processos.

Mas, para elevar sua estratégia de marketing digital ao máximo, escolha ferramentas de automação que atendam às suas necessidades. Além disso, ela vai te auxiliar em seus pontos fracos, otimizando ainda mais seus pontos fortes. Saiba mais!

O que é automação de marketing?

A automação de marketing utiliza de tecnologias, aplicativos, sistemas e softwares para automatizar processos do marketing, aumentando a eficiência e mantendo o relacionamento e atendimento personalizado com os clientes.

Disparo automático de e-mails, agendamento de posts em redes sociais e bots em chats on-line são tipos de automação de marketing. As automações de redes sociais que prometem conquistar mais seguidores também são um exemplo, mesmo que seu uso não seja indicado.

A intenção da automação de marketing digital é automatizar a geração e gestão de leads, fazendo com que passem por todas as etapas do funil de vendas, até a compra. Além disso, a automação pode ser usada para realizar o pós-compra com os clientes e manter o relacionamento.

Quais os benefícios da automação de marketing?

  •  Escalabilidade: 

A automação de marketing permite aumentar as vendas e a cartela de clientes, sem ter aumento nos custos, pois o processo é todo automatizado.

  • Funil de vendas mais eficiente: 

A automação permite que o funil tenha mais eficiência, otimizando o tempo da equipe, melhorando o relacionamento da empresa com o cliente, abordando os leads no tempo correto de cada etapa, fazendo com que evoluam naturalmente pelo funil, sem demandar esforços da equipe.

  • Equipe mais produtiva: 

A automação de marketing ajuda a equipe a ser mais produtiva, replicando ações para toda a base de leads e focando nas ações que necessitam de atendimento personalizado.

  • Menor chance de falhas: 

Ações automatizadas têm menos chance de falhas em relação às ações de humanos, porém não são isentas, sendo necessário acompanhamento da equipe.

  • Aumento do ticket médio:

A automação faz com que os leads sejam acompanhados em todo o processo, tomando decisões mais conscientes, investindo em pacotes maiores ou produtos mais avançados, aumentando o ticket da empresa.

  • Maior satisfação e conquista de clientes fiéis: 

Com compras mais conscientes, os clientes têm a tendência de ficarem mais satisfeitos, além de optarem pelas soluções da empresa por mais tempo.

  • Acompanhamento de todo o funil de venda: 

Com todas as etapas do funil acompanhadas, é mais fácil identificar as etapas que não estão trazendo os resultados esperados.

Ferramentas de automação de marketing

1. RD Station

Desenvolvida pela empresa brasileira Resultados Digitais, a RD Station oferece possibilidades de automação como disparo agendado de e-mails, criação de landing pages para captação de leads, agendamento de publicação em redes sociais, análise de leads, entre outros.

2. MailChimp

Ferramenta gratuita de automação para disparo de e-mail marketing, com interface simples e integração com redes sociais e Google, além de análise das campanhas de e-mail marketing. Permite também criar anúncios nas redes sociais, diretamente da plataforma. Pode ser usada em ações de e-commerce, como o disparo de e-mails para clientes que abandonaram o carrinho.

3. HubSpot

Uma das ferramentas mais completas de marketing digital e marketing de conteúdo, que possibilita ações como criar uma página personalizada para cada lead, enviar notificações internas para a equipe, além de contar com serviços para automação de CRM e vendas.

4. Autopilot

A premissa dessa ferramenta é automatizar os processos de geração e nutrição de leads e e-mail marketing, possibilitando a criação de conteúdos para aplicativos de mensagens instantâneas e chats, para atendimento ao cliente.

Dicas para aplicar automação de marketing

Acima você acompanhou algumas ferramentas de automação de marketing e conheceu seus principais benefícios. Mas, como fazer esse processo ser um sucesso? 

Confira algumas dicas selecionadas pelo especialista em SEO e marketing digital, Guilherme da Luz, fundador da agência de marketing digital, Gluz!

1. Escolha o perfil da sua persona

Determine quem será o seu consumidor em potencial, ou seja, o perfil ideal de cliente. É importante saber que esse perfil é diferente do conceito de público-alvo.

Portanto, faça uma pesquisa mais aprofundada, interpretando as características emocionais e físicas dos clientes da sua marca. Você pode usar as redes sociais para traçar esse perfil, considerando: renda, localização, sexo, faixa etária, interesses, costumes e hobbies. 

2. Escreva conteúdos relevantes

Investir no marketing de conteúdo é garantir o sucesso de sua página. Para isso, conte com um blog para divulgar informações e oferecer dicas sobre seu produto ou serviço.

Mas, primeiro, selecione as principais palavras-chave, focando no que seu público-alvo mais busca. E trabalhe com conteúdo objetivos e que fale com seu público e não com o robô do Google, por exemplo. 

Além disso, ao trabalhar com conteúdos relevantes ao seu público, invista em técnicas de SEO e explore as mídias sociais para alcançá-los. E não esqueça de acrescentar em suas páginas, um CTA (Call-To-Action) para gerar leads.

Assim, ao oferecer um conteúdo que tire as dúvidas e converse com o leitor, ele poderá se interessar pelo produto ou serviço disponibilizado pela sua empresa. Então, por meio do seu blog, você poderá conquistar mais leads.

Veja o exemplo utilizado pela agência digital Gluz, na página de um de seus clientes. Abaixo, você confere um Call-To-Action, ou seja, ferramenta de cotação do plano de saúde adicionada em um conteúdo relevante:

Investir no marketing de conteúdo
Imagem: PlanoDeSaude.net

Assim, se o leitor se interessar em saber quanto vai pagar pelo plano de saúde infantil, basta clicar em ‘Simular’. Ou seja, o conteúdo traz informações úteis, tabelas de preços e também a opção da cotação do plano de saúde on-line. 

Então, após ler o conteúdo e solicitar a cotação do convênio médico, clicando em ‘Simular’, a ferramenta redireciona o leitor para a página de simulação: 

Investir no marketing de conteúdo
Imagem: PlanoDeSaude.net

3. Alimente seus leads por meio de e-mails

Para cativar os compradores em potencial, crie e-mails focando em uma sequência de envios planejada. Ou seja, comece apresentando a sua empresa, em outra oportunidade você apresenta suas soluções e, após, convide a pessoa para adquirir seu produto ou serviço.

Não esqueça de oferecer ferramentas de contato que vão além do seu site, como o WhatsApp Business, por exemplo.

4. Ofereça materiais diferenciados

O marketing de conteúdo vai além de ter um blog em seu site com dicas e informações relevantes sobre o seu nicho de atuação. A sua página pode oferecer materiais ricos, como e-books que poderão ser baixados após o preenchimento de um formulário em que o leitor deve deixar seu e-mail de contato.

Além disso, em seu blog você pode oferecer infográficos, tornando a experiência do leitor ainda mais rica. Ao utilizar esses materiais, foque em sanar as principais dúvidas do seu público sobre o que você vende e oferece. Basta uma rápida pesquisa na internet para saber quais são elas.

Outra opção é ter um canal no YouTube com vídeos para falar e demonstrar seus produtos e serviços. É importante saber que os usuários brasileiros estão cada vez mais conectados no YouTube. Além disso, os vídeos podem fazer parte também do seu blog, dando mais valor ao seu conteúdo escrito.

Confira abaixo um e-book desenvolvido pela equipe da agência de marketing digital, Gluz para um de seus clientes:

estratégias digitais
Imagem: Smartia Seguros

Veja que o material traz um tema bastante útil ao público-alvo do site e também conta com um CTA para baixar o material. 

5. Defina a sua estratégia

Decida qual será a estratégia utilizada por trás das suas ações de automação de marketing digital. Não invista somente em atrair e conquistar novos clientes, mas também em fidelizar os antigos.

Uma boa tática é escolher um determinado horário e tipo de material utilizado em suas automações. Ou seja, escolher uma frequência e também os canais a partir da sua definição de estratégias digitais e persona.

Não deixe de analisar a sua taxa de conversão em cada ação adotada. Para isso, você pode contar com diferentes ferramentas, como o Google Analytics, por exemplo. Então, vá ajustando suas ações, conforme necessário.

Qual é a importância de filtrar leads?

Para alcançar os melhores resultados é importante filtrar os leads e para isso, você pode contar com diferentes ferramentas. No exemplo acima, utilizado e aplicado pela agência de marketing, Gluz, em um de seus clientes, você viu sobre a ferramenta de cotação.

Por meio dela, o site consegue captar e gerar leads. Ou seja, ao trabalhar em um conteúdo que ofereça as informações certas, tire dúvidas e leve o leitor a usar a sua ferramenta de venda.

Assim, ao preencher o formulário de cotação, o usuário informa dados relevantes para a qualificação de leads. Portanto, utilizar uma abordagem mais dinâmica, torna o método eficaz e você consegue melhorar a conversão em vendas. 

É importante saber que o exemplo dado mostra que o conteúdo produzido ajuda a atrair potenciais leads. Então, se o seu site é focado em determinado produto ou serviço, não fuja do foco do seu nicho de negócio.

Com isso, a sua página passa a receber apenas visitantes que estão interessados em seu negócio. Além disso, ao pesquisar pelo assunto chave nos buscadores, a sua página aparecerá entre as primeiras opções.

Outro ponto importante é considerar que dentro de uma base de contatos, captados por determinada ferramenta escolhida, existem leads diferentes. Ao fazer a segmentação, você filtrará leads dessa, selecionando os que oferecem informações específicas.

Assim, terá uma lista dinâmica e poderá desenvolver ações de marketing direcionadas, conforme as necessidades da sua empresa. Portanto, ao filtrar, você conseguirá separar potenciais clientes de leads que não estão interessados em seu negócio.

Então, agora você já conhece as 4 ferramentas de automação de marketing e os benefícios que elas oferecem. Preparado para colocar em prática?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.