Um Festival Francês com sotaque inglês

O telefone tocou numa manhã não tão cinzenta mas agradável na sede do Festival de Publicidade (Cannes Lions) em Londres:

–  Bonjour, Monsieur Guillem? Oui! Festival de la publicité?  D’accord. Vous parlez anglais? Oui! – How can I help you?- Ah.. hi, I am calling with reference my advertising campaign for the Cannes Festival….

Ufa, assim é melhor. Não foi a primeira vez que o Gerente de Festivais (Awards Manager) de uma agência de propaganda entrou em contato com a gente falando em francês. Você pode também acreditar que tudo é organizado e preparado na França, mas não é verdade. Antes de colocarmos o caviar na mesa, primeiro começamos com o Fish and Chips.

Tudo começa na sede da Emap, em Londres. Há apenas alguns metros do famoso bairro de Candem Town, lugar onde nasceu o punk, a banda Oasis, Amy Winehouse, Jazz café e onde o chá mágico de cogumelos costumava ser vendido legalmente nas ruas.

Neste lugar o cenário se contrasta com artistas plásticos, rastafáris, tatuadores e também com mulheres vestidas de burca. E é aqui também onde recebemos mais de 5000 pacotes contendo cerca de 5 toneladas de material publicitário, incluindo peças, folhetos, CDs, garrafas cheias e vazias, camisetas, camisinhas, auto-falantes, roda de carro, caixa de papelão, quadros, colchão, perfumes, esculturas, centenas de calendários e tantos outros materiais que são enviados por mais 120 países para participarem do maior festival de propaganda do mundo. É um grande número de agências de propaganda, designers, empresas de mídia, relações públicas e empresas de outros segmentos com culturas bem distintas e  que sonham em ter o seu trabalho reconhecido na área de comunicação e levar para casa um Leão em Cannes.